Blog

  • Produtividade
  • /
  • Indicadores de produtividade: quais os principais e como implementá-los

Indicadores de produtividade: quais os principais e como implementá-los

Os indicadores de produtividade são métricas importantes para entender e acompanhar o trabalho que está sendo feito em sua empresa e como isso está afetando os resultados – positiva ou negativamente. Numa economia competitiva, a necessidade crítica de fazer mais com menos recursos e em menos tempo exige que as empresas melhorem continuamente os processos administrativos. 

Por isso, medir esforços para o desempenho da equipe ser mais produtivo é fundamental. Mas como? 

O que são indicadores de produtividade? 

Os indicadores de produtividade auxiliam no processo de análise com dados de desempenho de uma empresa em diferentes áreas. Eles são usados para analisar como está a produtividade das equipes, das áreas de negócios e dos resultados gerais da organização, em quantidade e qualidade para diferentes tipos de entrega.  

O termo “crescimento da produtividade” refere-se a melhorias na fabricação e outros processos internos nas empresas. Isso é feito por meio de treinamento, automação de processos e otimização de recursos. 

Os KPIs e as métricas de produtividade geralmente podem atuar como categorias entrelaçadas. Metas de vendas e margens de lucro são exemplos de métricas de desempenho que as empresas fazem referência, mas é muito mais profundo do que isso. As vendas trazem lucros; a gestão desses lucros é fortemente influenciada pelas métricas usadas para medir a produtividade em todo o negócio. 

Os indicadores de produtividade rastreiam os sucessos e deficiências de uma empresa. Essas taxas são essenciais na criação e análise das estratégias, no entanto, não são fixas. Eles podem ser alterados em resposta às flutuações do mercado e à evolução das demandas da empresa. 

Eles servem para guiar as estratégias de sucesso do seu time e empresa e, por isso, devem ser revisitados e analisados periodicamente.  

Quais são os principais indicadores? 

Se você ainda não sabe como avaliar o desempenho da sua empresa, compilamos abaixo uma lista com as métricas de produtividade mais comuns que podem ser aplicadas em diversos setores. 

Indicadores de produtividade com qualidade 

Essas métricas medem se o resultado final atende às expectativas definidas no início do projeto. Por exemplo, eles podem medir o número de produtos vendidos ou a satisfação do cliente com a empresa. 

Indicadores de produtividade estratégicos 

Isso permite que a empresa analise se os objetivos foram realmente alcançados. Nesse caso, avalia-se o percentual alcançado em um determinado período de tempo. Se os números não forem satisfatórios, você precisará rever sua estratégia. 

Indicadores de rentabilidade 

Estes determinam se um projeto é lucrativo e a empresa decide se deve mantê-lo em sua linha de negócios. O ROI – retorno sobre o investimento – é uma métrica útil para rastrear porque determina quanto lucro você vê para cada dólar investido. 

A lista de métricas de produtividade é enorme porque muitas empresas fazem muitas coisas diferentes. Outros exemplos mais resumidos são: 

Projetos concluídos 

Taxa de fechamento de vendas 

Crescimento das vendas 

Receita por funcionário 

Taxa de eficácia 

Custo total da força de trabalho 

horas extras 

Taxa de rotatividade 

Taxa de conversão de recrutamento 

Como a tecnologia pode ser usada para aumentar a produtividade? 

Modelar e automatizar processos para otimizar rotinas de trabalho e garantir dados confiáveis para avaliação de desempenho é possível com soluções all-in-one, que contêm diferentes sistemas corporativos interligados – tudo isso além de painéis visuais e personalizáveis. 

Por aqui, desenvolvemos soluções personalizadas com base nas tecnologias e recursos de produtividade Microsoft 365.  

Compreendemos os fluxos e demandas específicas de trabalho de cada cliente e customizamos as ferramentas por meio de desenvolvimento rápido e baixo uso de programação, para que tirem o máximo de proveito das soluções Microsoft 365 que combinem com os seus objetivos. O Microsoft 365 ajuda sua equipe em:  

  • Otimizar controles de processos importantes executados por uma ou diversas pessoas e setores; 
  • Reunir todos os arquivos, anotações e reuniões em uma única plataforma; 
  • Poder controlar a agenda e atividades com programas de produtividade; 
  • Acelerar e organizar o fluxo de solicitações e aprovações; 
  • Eliminar papel, por meio do compartilhamento de arquivos; 
  • E mais. 

Quer aumentar a produtividade sua empresa e não sabe por onde começar? Clique aqui para saber mais e falar com um de nossos especialistas!

Compartilhe

Conteúdo relacionado

Case de sucesso: a solução da Support de estrutura secundária resiliente para CCAB 

A CCAB Agro é uma empresa brasileira formada por agricultores, em modelo de gestão empresarial, que oferece tecnologia em produtos …

Indicadores de produtividade: quais os principais e como implementá-los

Os indicadores de produtividade são métricas importantes para entender e acompanhar o trabalho que está sendo feito em sua empresa …

Zero Trust: a estratégia de segurança em TI que você precisa adotar

Você sente que seu ambiente interno de cloud está seguro pelos seus funcionários? As empresas costumam usar um modelo de …

Como aumentar a produtividade de equipes e negócios 

Manter o foco e a produtividade pode ser um desafio para equipes que trabalham online. Conversas de bate-papo constantes e …